Em sua Comunidade já tem a Infância e Adolescência Missionária?

Em sua comunidade já tem a Infância e Adolescência Missionária?
Não?
Então saiba como implantar através de 12 passos !

mascotes_infancia_missionaria

1. A SEMENTE: Alguém na comunidade já ouviu falar, ou leu, ou tem experiência de vida na IAM? Eles são a sementinha da qual pode surgir a grande árvore desta Obra Missionária. Assim, quem tem a primeira ideia deverá começar a falar sobre ela com outras pessoas.

2. O TERRENO: O primeiro passo a ser dado para implantar a IAM é falar com os responsáveis da Igreja local. Sem o apoio e a aprovação da liderança da Igreja local não se deve começar a IAM.

3. A EQUIPE: Uma vez colocada a semente e garantido o espaço na Igreja local é necessário que se forme uma equipe de, pelo menos, três ou quatro pessoas, que se disponham a levar em frente este trabalho.

4. O PREPARO: Esta “Equipe” deverá primeiro estudar a Obra: história, carisma, diretrizes e orientações, metodologia de trabalho, espiritualidade, objetivos e finalidades.

5. O CONVITE: O convite é feito a todas as crianças e/ou adolescentes da paróquia, da comunidade. Campos privilegiados para lançar o chamado são: as famílias engajadas na vida da paróquia ou comunidade.

6. A SELEÇÃO: O convite para participar do grupo da Infância ou da Adolescência Missionária deve apresentar às crianças e adolescentes a seriedade do compromisso que estão assumindo. Oração, sacrifício e solidariedade.

7. O GRUPO: As crianças e adolescentes que aceitarem a proposta deverão ser organizados em grupos de 12 crianças e/ou adolescentes, ou conforme a realidade local, em que cada grupo seja acompanhado por um/a assessor/a.

8. A METODOLOGIA: A Infância e Adolescência Missionária têm um método, chamado de Quatro Áreas Integradas. Isto significa que cada tema, cada assunto é trabalhado em quatro perspectivas diferentes, porém integrados, que interagem: realidade missionária; espiritualidade missionária; compromisso missionário e vida de grupo.

9. A ORGANIZAÇÃO: Nos primeiros meses, o grupo das crianças ou dos adolescentes missionários deverá ser orientado pelo/a Assessor/a, que preparará seus membros para caminharem sozinhos.

10. A FORMAÇÃO DOS COORDENADORES: Crianças e adolescentes não nascem prontos para dirigir o grupo. Precisam de preparação. Isto será feito pessoalmente pelo/a assessor/a, mas também cada ano a paróquia/diocese organizará um Encontro de Formação para Coordenadores.

11. A FORMAÇÃO PERMANENTE DOS ASSESSORES: Os/As Assessores/as são a alma da IAM. Deles depende em muito a perseverança das crianças e adolescentes, a fidelidade ao carisma da Obra, o trabalho de conjunto com as pastorais da Igreja local. Para isso também os/as assessores/as precisam cuidar muito da sua formação permanente.

12. TRANSBORDAR: A IAM deve estar aberta para ser multiplicadora do ideal missionário no meio do Povo de Deus.

Ficou com vontade de implantar a IAM em sua comunidade ou paróquia? Faça contato com Ir. Patricia ou Patryck no Centro de Pastoral – 2105-6375 / 2105-6376.

*Artigo publicado na revista Voz da Igreja – Novembro/2016 

COMISSÃO DIMENSÃO MISSIONÁRIA: (41) 2105-6375
comidi@arquidiocesecwb.org.br / Ir. Patrícia / Patryck (41) 2105-6376

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo