Um bispo que se destacou pela pastoralidade

“Minha gratidão ao povo de Curitiba pelos quatro anos de acolhida e boa convivência. Foi uma grande escola e um tempo que vou sempre levar com carinho e bons sentimentos”, afirmou hoje Dom José Mario Angonese, após ter sido nomeado bispo da Diocese de Uruguaiana (RS).

Dom José Mário é bispo auxiliar de Curitiba desde abril de 2013.

Neste período de quatro anos destacou-se muito pelo seu envolvimento na pastoralidade de nossa Arquidiocese. Foi o bispo que acompanhou a transição entre dois episcopados: Dom Moacyr José Vitti e Dom José Antônio Peruzzo.

Um pastor simples, com clareza em sua comunicação e uma forte presença em meio aos padres e às comissões pastorais de nossa Igreja Local.

Foi o bispo referencial da Região Episcopal Norte, sendo presença constante nas 40 paróquias, nas reuniões de setor e nos grandes eventos como o EREN (Encontro da Região Episcopal Norte).

Auxiliou de perto a Comissão Juventude, a Comissão Bíblico-Catequética, a Comissão Família e Vida, a Comissão do Ecumenismo e Diálogo Inter Religioso e a PASCOM Arquidiocesana.

Dom José Mario foi referencial para o Diaconato Permanente da Arquidiocese de Curitiba, envolvendo os Diáconos Permanentes em diversas ações pastorais.

Um dos grandes destaques do bispo, e que será certamente a marca que deixa entre nós, foi sua atuação junto à Equipe de Animação Missionária. Desde 2013 ele vem acompanhando este grupo e foi responsável por articular o Ano Missionário, em 2015, bem como o Estado Permanente de Missão que dele decorre. Dom José Mario foi fundamental para reforçar na Arquidiocese a importância de o missionário sair para formar comunidade.

Em outras palavras, pode ser considerado um dos maiores apoiadores das Pequenas Comunidades de Fé reunidas ao redor da Palavra de Deus.

Rezemos pela nova missão de nosso querido bispo auxiliar.

Dom José Mario, a gratidão é imensa. A Arquidiocese de Curitiba se alegra com sua nomeação como bispo de Uruguaiana e deseja uma fecunda missão.

A comunidade de Uruguaiana acolherá o bispo com celebração no dia 20 de julho na Catedral de Santana.

Confira também: a mensagem de Dom José Mario ao povo de Uruguaiana

Caríssimos irmãos e irmãs,
Ao saudar cordialmente o Reverendíssimo Pe. Flávio Soares, Administrador Diocesano, abraço afetuosamente cada sacerdote, religioso, religiosa, seminarista, agente de pastoral, membro de movimento eclesial e fiel cristão. Igualmente estendo minha saudação a todas as pessoas, nas diversas áreas civis e militares, que se empenham por um mundo mais fraterno, justo e solidário. Fraternalmente, dirijo-me às pessoas que vivem nos Municípios que compõem a Diocese de Uruguaiana, especialmente de Unistalda, onde nasci. Também, saúdo outras Comunidades Cristãs, Igrejas e Denominações Religiosas.

Quis o Senhor, através do Papa Francisco, nomear-me bispo titular para Diocese de Uruguaiana, Rio Grande de Sul, Brasil. Acolho com disponibilidade e satisfação esta missão que me é confiada. Prometo empenhar-me, com todas as minhas possibilidades, para realizar, com o apoio das lideranças, ordenadas e leigas, um dedicado e intenso trabalho de evangelização a fim de que Jesus Cristo, seja sempre mais, conhecido, amado e seguido.

Prezados diocesanos, já os tenho em meu coração e em minhas orações e, confiante, suplico, por todos, a proteção de São Miguel e a intercessão materna de Nossa Senhora Conquistadora. E deixo-vos a minha bênção e o meu abraço fraterno, enquanto espero o dia de saudar a todos pessoalmente em vossas paróquias e comunidades.

Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Curitiba – PR, 31 de maio de 2017.

Dom José Mário Scalon Angonese
Bispo eleito de Uruguaiana

 

 

* FOTO: Patryck Madeira