“Vim para Servir” – Dom Francisco Cota Oliveira

Dom Francisco Cota Oliveira, novo bispo auxiliar de Curitiba conta um pouco sobre sua trajetória, expectativas e personalidade.

No dia 8 de setembro deste ano a Arquidiocese de Curitiba acolherá os seus dois novos bispos auxiliares, Dom Francisco Cota de Oliveira e Dom Amilton Manoel da Silva. A acolhida será com uma Celebração Eucarística na Catedral Metropolitana, às 10h, para a qual convidamos todo o povo a participar e assim receber e conhecer pessoalmente nossos novos pastores.

8 de setembro de 2017 (sexta-feira), Dia de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais:
Celebração Eucarística de Acolhida dos novos bispos auxiliares da Arquidiocese de Curitiba
10h, na Catedral Metropolitana de Curitiba

 

Conheça Dom Francisco Cota Oliveira:

dom-francisco-cota

Lema: “Vim para Servir”

Brasão:
brasao-dom-francisco

Um pouco sobre Dom Francisco Cota:

Procuro levar uma vida simples e desprendida. Nas folgas e períodos de férias, privilegio o convívio com a família. Tenho como hobby a leitura e cultivo de ervas medicinais e jardins. Me encanta o convívio espontâneo, na forma de amizade, com as famílias. Gosto do ambiente rural, que reporta às minhas origens, das quais nunca me distanciei. Sou um homem do campo, cultivador da terra. Me orgulho da minha origem no povoado de Colônia, comunidade rural de Onça do Pitangui (MG), onde está minha pertença familiar e sempre me mantive ligado a esta base.

Expectativas:

Minha vinda para Curitiba é uma oportunidade de conhecer e me inserir em outra realidade cultural e de Igreja. Conforme o lema de meu Episcopado, “vim para servir” (Mc 10,24), ou seja, estou na Arquidiocese de Curitiba com inteira disposição de me colocar a serviço, com o coração aberto para todos. Aqui daremos presença e podemos nos empenhar para a evangelização, sendo que o que trazemos tem o mesmo significado, seja lá onde estávamos ou aqui em Curitiba, que é trazer para essa realidade a palavra viva do evangelho.

Sempre tive o ‘ser padre’ como uma realidade natural e inteira na minha vida. Sinto-me muito agradecido pelas experiências que tive e sempre senti muito a presença do povo e a presença do povo em minha vida, algo que quero viver aqui em Curitiba também. Coloco muita esperança no porvir do ministério episcopal.

Biografia:

Dom Francisco Cota de Oliveira, natural de Onça do Pitangui (MG), é filho de Francisco Teixeira de Oliveira Sobrinho e Carmelita Cota Teixeira. Nasceu no dia 05 de agosto de 1969, sendo o 4º filho entre 9 irmãos. Tem a mãe e um dos irmãos falecidos. Estudou o Primário no povoado rural de Colônia, na Escola Estadual da Fazenda do Capão, no mesmo Município, onde, ainda hoje, reside sua família. Completou o Ensino Fundamental, então 8ª série, na Escola Estadual Manoel Batista, na Cidade de Pará de Minas. Fez o Ensino Médio no Instituto Sagrado Coração, na Cidade Divinópolis. Cursou Filosofia na Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte (1992-1994) e Teologia no Instituto Dom João Rezende Costa (1995-1998). Enquanto cursava Teologia, foi professor de Filosofia e Sociologia na Escola Estadual de Azurita, Munícipio de Mateus Leme (MG). Também fez estágio pastoral na Paróquia São Joaquim, em São Joaquim de Bicas (MG); na Pastoral Vocacional Diocesana; na Comunidade São José de Serra Azul, Município de Mateus Leme; e na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Itaúna (MG).

Ordenado sacerdote no dia 01º de agosto de 1999, pela imposição das mãos de Dom José Belvino do Nascimento, hoje Bispo Emérito de Divinópolis. Nos 18 anos de sacerdócio, Dom Francisco trabalhou em três paróquias da Diocese de Divinópolis, sendo: de 1999 a 2009, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Carmo do Cajuru (MG); de 2010 a 2017, na paróquia de Sant’Ana, em Itaúna (MG); e, a partir do dia 29 de janeiro deste ano, iniciou os trabalhos na Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Pitangui (MG).

Além dos trabalhos paroquiais, Dom Francisco sempre colaborou em outras atividades em favor da Diocese, Pastorais e Movimentos. Foi Coordenador Diocesano da Pastoral da Juventude. Lecionou Iniciação doutrinária (Catecismo da Igreja Católica) no Seminário Propedêutico da Diocese. Lecionou Iniciação à Lógica, no Curso de Filosofia da Diocese. É Promotor de Justiça na Causa pela Beatificação do Servo de Deus Padre Libério. Foi Assessor Diocesano do Movimento de Cursilhos de Cristandade e Diretor Espiritual Diocesano do ECC 3ª Etapa. Foi Vigário Forâneo por 03 mandatos, sendo o primeiro na Forania Divino Espírito Santo e os outros dois na Forania Sant’Ana. Por fim, foi membro do Conselho Econômico Diocesano como Ecônomo Adjunto.

No dia 7 de junho de 2017 foi nomeado bispo titular de Fiorentino e auxiliar de Curitiba.[2] Sua ordenação episcopal ocorreu no dia 26 de agosto desse mesmo ano.

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo