Igreja da Guiné-Bissau recebe contêiner com as Bíblias

As Bíblias que chegam ao povo guineenses são fruto da Ação Missionária: Missão Palavra e Pão, realizada por toda a Igreja do Paraná durante o ano de 2016

Em abril, a Igreja do Paraná enviou um contêiner para a Missão Católica Beato Paulo VI, no país da Guiné-Bissau, contendo 15.000 Bíblias em português, que foram adquiridas graças a Ação Missionária: Missão Palavra e Pão. Outras 10.000 Bíblias serão enviadas em breve. Esse contêiner, que continha também materiais de construção de uma casa que abrigará até missionários, saiu do porto de Paranaguá e precisou 4 meses para chegar até o destino.

Após essa longa espera, no dia 1º de setembro, a comunidade da Missão abriu o contêiner na presença do Bispo de Bafatá, Dom Pedro Zilli e do Bispo Auxiliar de Bissau, Dom José Lampra Cá. Eles realizaram uma celebração de agradecimento junto a porta do contêiner, depois entregaram, simbolicamente, um exemplar aos missionários e também a alguns catequistas que estavam presentes. Foi um momento de grande alegria para todos.

Diocese de Bafatá vive um Ano Bíblico

Essas Bíblias serão de grande importância para o caminho de evangelização dos guineenses, pois muitos catequizandos ainda não têm acesso ao texto bíblico. Para promover a Palavra de Deus, a Diocese de Bafatá estabeleceu um Ano Bíblico (2017-2018) a fim de sensibilizar os cristãos para a importância da Palavra de Deus. “Nós achamos que não era suficiente apenas fazer a divulgação da Bíblia, mas sim um ano de sensibilização bíblica, ou seja, sensibilizar o nosso povo, os nossos catequizandos, os nossos catecúmenos sobre o valor que a Palavra de Deus tem para a vida do cristão, ela que é fonte da nossa fé, da catequese, de conversão, de mudança de vida, e que nos dá acesso a Jesus Cristo”, afirmou Padre Giuseppe Pizzoli, coordenador de Pastoral na Diocese de Bafatá.

Gratidão e alegria dos Bispos

Salete Lang recebe Bíblia das mãos de Dom José Lampra Cá
Salete Lang recebe Bíblia das mãos de Dom José Lampra Cá

Os Bispos das duas Dioceses da Guiné-Bissau também manifestaram gratidão e alegria: “Receber a Bíblia é a melhor oferta, uma pérola preciosa. A Igreja da Guiné-Bissau está cheia de alegria e não têm palavras suficientes para agradecer a nossa Igreja-irmã brasileira”, disse Dom José Lampra Cá. Para Dom Pedro Zilli, “receber a Palavra de Deus é o maior presente que uma Igreja, que um povo, que uma comunidade pode oferecer a outra Igreja, a outro povo, a outra comunidade. Então receber as Bíblias tem um sabor muito especial para mim e para nós da Igreja da Guiné-Bissau”.

mockup-capa-da-biblia2-1-300x264Dom Pedro também manifestou sua gratidão à CNBB Nacional, especialmente à Dom Sérgio da Rocha e Dom Leonardo Ulrich Steiner que concederam o texto da Bíblia da Edição CNBB e permitiram a produção de uma nova capa, com a foto de um arrozal, principal alimento do povo guineense, e um encarte com o texto dos Bispos Guineenses e de Dom Mauro Aparecido dos Santos, presidente da CNBB Regional Sul 2.

Confira no vídeo, a seguir, como foi a celebração de abertura do contêiner com as Bíblias.

Fonte: CNBB Regional Sul 2

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo