Realizada a Assembleia do Povo de Deus por províncias

img_0892

Em 23 e 24 de setembro aconteceu a 38ª Assembleia do Povo de Deus da Regional Sul II da CNBB, mas com uma novidade neste ano de 2017, pois o evento foi realizado por províncias. São quatro as províncias no Regional Sul II da CNBB, Estado do Paraná: Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel.

Em Curitiba, 206 membros da ação evangelizadora das dioceses (padres e leigos agentes de pastoral) e bispos participaram da Assembleia na paróquia Santo Antônio de Orleans, onde discutiram os novos rumos que a Igreja do Paraná tomará de acordo com a realidade vivida e com a proposta do Papa Francisco para uma Igreja em Saída.

A Assembleia contou com momentos para partilha entre as dioceses. “Esta possibilidade de partilha foi muito interessante, pois eu, por exemplo, pude conhecer e estreitar contato com outros conselhos de leigos”, comentou Marlon Roza, coordenador do Conselho de Leigos da Arquidiocese de Curitiba.

Os diversos participantes comentaram a importância desta aproximação. “A assembleia representa a manifestação do desejo da Igreja em caminhar junto, aqui na província, mas também compartilhando com o regional”, comentou o Pe. Paulo Henrique Sgarabotto, atualmente administrador da diocese de São José dos Pinhais. No mesmo sentido, a coordenadora da RCC da diocese de União da Vitória, Ivone Magnani Pasquale, comentou este aspecto: “Vemos na Assembleia o retrato da igreja se abrindo para o ‘novo’, nos permitindo uma visão ampliada da dimensão de todos as comissões, conselhos e pastorais”, afirmou. Ivone também ressaltou a importância dos conteúdos debatidos: “Estou muito animada para colocar em prática esse conteúdo da iniciação à Vida Cristã”.

O conteúdo a que ela se refere é o tema trabalhado por Dom José Antônio Peruzzo, arcebispo de Curitiba, na formação sobre o Documento 107 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que fala da Iniciação à vida cristã. “Iniciação à vida cristã não é algo novo, mas precisa ser aventado, alimentado para que fecunde, germine e dê frutos. Viver a experiência, se permitir conhecer além do que se vê é o primeiro passo para se inserir na vida cristã e, de fato, conhecer Jesus Cristo. A partir da vivência, da experiência, superamos distâncias, barreiras e os caminhos se abrem. A fadiga, em se tratando de linguagem bíblica, não significa cansaço, apenas. Uma pessoa fatigada é aquela que está disposta a evangelizar, a falar de Deus em todos os âmbitos, sem se importar com as condições do ouvinte ou a que meio ele pertence. É preciso que vivamos esta experiência do inusitado, do diferente”, destacou Dom Peruzzo.

Esta formação sobre o documento 107 possibilitou nova reflexão a todos sobre como trabalhar a Iniciação à Vida Cristã para além da Catequese, de forma que todos os participantes pudessem levar este conteúdo aos seus ambientes.

Presentes na Assembleia, os bispos auxiliares de Curitiba, Dom Francisco Cota e Dom Amilton Manoel sentiram a importância deste evento: “Aqui a gente mostra a unidade com a proposta da CNBB, partilhamos experiências e definimos novos caminhos a partir desta partilha”, comentou Dom Francisco. Ele também destacou que a imersão nas atividades da Arquidiocese de Curitiba tem sido intensa desde a chegada deles no início de setembro, e que assim eles puderam vivenciar e conhecer bem as demandas da comunidade.

Ação Evangelizadora: Cada Comunidade uma Nova Vocação

Durante a Assembleia, a CNBB Regional Sul 2 lançou uma ação que acontecerá em toda a Igreja Católica do Paraná. A Ação Evangelizadora é voltada para criar uma Cultura Vocacional, um ambiente positivo em que os jovens encontrem condições favoráveis para responder ao chamado de Deus e, desse modo, aumentar as vocações na Igreja. Essa campanha entrará em prática a partir da Páscoa de 2018. Confira aqui como foi este lançamento.

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar