FDS ajuda na manutenção de horta comunitária para famílias do Tatuquara

img_6016-2

 

Uma horta comunitária na região do Rio Bonito, no bairro Tatuquara, em Curitiba, está transformando a vida de muitas famílias da comunidade. O projeto existe há mais de dez anos e, em 2017, o apoio financeiro do Fundo Diocesano de Solidariedade da Arquidiocese de Curitiba (FDS) viabilizou a aquisição de calcário para a terra, regadores, alguns pares de botas de jardinagem e arame para a cerca em torno da horta.

Com cerca de 30 mil metros quadrados, a horta comunitária atende em torno de 100 famílias da região. Cada família tem seu espaço e guarda seus materiais em casa. As verduras e legumes produzidos servem para o sustento das famílias e também vão para doações.

De acordo com Delso Moretti, presidente da Associação de Moradores do Rio Bonito, que gerencia a horta, os horteiros são pessoas de baixa renda do bairro, aposentados e pessoas com problemas de saúde. “Algumas pessoas chegaram aqui com depressão e hoje não tomam mais remédio, porque o remédio deles foi mexer com a terra”, destacou.

Segundo Delso, o dinheiro do FDS os ajudou muito, pois havia moradores que não tinham condições de comprar os materiais mais simples. “Quero agradecer a todas as pessoas que fizeram doações no Domingo de Ramos. Com esse dinheiro, nós conseguimos comprar essas mercadorias para o povo daqui. Quero agradecer ao padre Mário, da Paróquia Sant’ana e à Arquidiocese de Curitiba, que contemplou o nosso projeto”, concluiu.

 

img_6011-2

 

Horta Urbana do Rio Bonito

Tudo começou em 2004, quando o terreno que hoje é usado para a horta estava abandonado e cheio de entulho. Buscando criar algo para a comunidade, quatro famílias da região tiveram a iniciativa de criar uma horta.

O projeto cresceu com o tempo e, quando estavam em torno de 15 famílias, criou-se uma parceria entre a Eletrosul, a Secretaria de Abastecimento da Prefeitura de Curitiba e a Associação de Moradores do Rio Bonito. A Eletrosul contribui em dinheiro, a Prefeitura compra as mudas das verduras e legumes e a Associação repassa essas mudas para os horteiros. Essa parceria continua até hoje.

 

O FDS

O Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) é financiado pela própria comunidade católica, através da Coleta Nacional da Solidariedade, que acontece em todo o Brasil no Domingo de Ramos – em 2018, será no dia 25 de março. Desse valor arrecadado em cada diocese, 40% é destinado ao Fundo Nacional de Solidariedade, e 60% fica com as dioceses.

Todos os anos, a Arquidiocese de Curitiba lança um edital para que os projetos que desejam receber apoio do FDS possam se inscrever e passar por avaliação. Um dos critérios para esse apoio é que o projeto esteja em sintonia com a Campanha da Fraternidade daquele ano. Em 2017, o tema foi “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).

As inscrições para o edital do FDS abrem ao mesmo tempo que o lançamento da Campanha da Fraternidade daquele ano, sempre na quarta-feira de cinzas. Em 2018, o lançamento será no dia 14 de fevereiro e o tema será “Fraternidade e superação da violência”, tendo como lema “Em Cristo somos todos irmãos (Mt 23,8)“.

 

Veja abaixo algumas fotos da horta:

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar