Aberta a Campanha da Fraternidade 2018

cf2018

A Campanha da Fraternidade (CF) 2018 foi lançada oficialmente pela Igreja Católica no Brasil nesta quarta-feira de cinzas, 14 de fevereiro. Em Curitiba, a abertura oficial aconteceu durante a Missa das Cinzas, realizada às 12h na Catedral Metropolitana. Antes da celebração, no início da manhã, a Arquidiocese de Curitiba recebeu a imprensa para uma entrevista coletiva, explicando os objetivos da CF deste ano.

Coletiva de Imprensa

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

“Precisamos suscitar a esperança face a um problema tão dramático e trágico”, afirmou o Arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, quando perguntado sobre qual o significado da escolha do tema da Campanha da Fraternidade, ‘Fraternidade e superação da violência’. O tema provoca a reflexão sobre a necessidade de vencer a cultura do ódio e da violência, tão forte na sociedade atualmente.

Dom Peruzzo explicou que, neste ano, o papel da Igreja toma duas dimensões: uma para dentro das pessoas, outra para fora da Igreja. “Olhando para dentro das pessoas, a Campanha nos direciona a olhar para o outro como nosso semelhante, nosso irmão. Devemos insistir na responsabilidade social que nos interpela a uma atitude de conversão. Para fora da Igreja, a Campanha propõe nossa participação dos diálogos com todas as instâncias sociais, públicas ou institucionais, para a causa comum, que é buscar respostas e suscitar a esperança diante da realidade de violência do país”, contextualizou.

Durante a coletiva com os jornalistas, o coordenador local da CF 2018, João Ferreira Santiago, enfatizou que todas as pessoas, em todos os lugares, são convidadas a se engajar na superação da questão da violência. Ele ressaltou que existe um texto-base da Campanha da Fraternidade, para quem quiser se aprofundar, além de alguns materiais de apoio disponibilizados no site da Arquidiocese de Curitiba.

Edital de apoio a projetos sociais – Santiago também utilizou o momento da entrevista coletiva para lançar o edital do Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) deste ano, pelo qual a Arquidiocese apoia financeiramente projetos sociais que tenham relação com o tema da Campanha da Fraternidade. O edital estará disponível no site da Arquidiocese a partir de 15 de fevereiro de 2018. O Fundo é mantido pelas doações feitas na Coleta da Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos – neste ano, 25 de março. “É um edital que apoia pequenos projetos, mas a gente vê que, com valores menores do que os R$ 12.000 que o fundo financia, a comunidade faz verdadeiros milagres”, afirmou.

Missa das cinzas

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

 A missa que marca o início da Quaresma marcou também a abertura da Campanha da Fraternidade 2018. Realizada na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, foi celebrada por Dom Peruzzo. Em sua homilia, o Arcebispo apontou a necessidade de reflexão de cada pessoa sobre tema da Campanha deste ano. “O número de assassinatos no Brasil, em números absolutos, é maior que o de mortes na guerra da Síria, por exemplo”. O tráfico de drogas foi outro exemplo citado por Dom Peruzzo como problema que tem gerado inúmeras violências. Ele apontou também que a superação da violência precisa ter o envolvimento de todos os cristãos: “Vamos amaldiçoar a escuridão ou vamos acender uma vela?”, questionou. Ele lembrou o diálogo de Jesus com os fariseus, comentando: “Procede de dentro do coração humano a inveja, atitudes violentas, imoralidade, avareza, a maldade e o pecado e, assim, quando há a agressão ao irmão, é porque Deus está tendo pouco significado ali. Qualquer projeto de justiça deve considerar a interioridade humana”.

 

SAIBA MAIS SOBRE A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2018

 

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo