Jovens de Curitiba participam da Romaria Nacional da Juventude

romaria-nacional

 

No dia 21 de abril, jovens de todo Brasil se encontraram em Aparecida (SP) na 3ª Romaria Nacional da Juventude. No dia anterior, 40 jovens da Arquidiocese de Curitiba com a Diocese de São José dos Pinhais partiram juntos de Curitiba para participar do evento.

A 3ª edição da Romaria trouxe um tema que reflete sobre o protagonismo leigo dos jovens de todo o Brasil, que têm na Mãe de Deus inspiração e modelo de vida missionária.

Na tenda das congregações e grupos paroquiais, Dom Vilson Basso, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, reforçou o convite do Papa Francisco em sua fala sobre o Livro “Deus é Jovem”: “Os jovens não devem ficar nas paróquias, e sim sair para anunciar a palavra de Deus”.

“A Romaria da Juventude é sempre um momento de partilha e riqueza em que diferentes movimentos, comunidades e pastorais podem se encontrar e celebrar o dom da nossa juventude, sempre a serviço do Evangelho, cada um segundo o seu carisma”, declara Carlos Wilker R. S. Paulino, membro da Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional.

Durante a tarde do dia 21, os jovens participaram da Catequese, ministrada por Laudelino Augusto dos Santos Azevedo – assessor da Comissão do Laicato da CNBB – e que aconteceu dentro do Santuário Nacional de Aparecida. Em seguida, houve a Consagração dos jovens à Nossa Senhora Aparecida. Às 18h, os jovens participaram da Santa Missa, presidida por Dom Vilson Basso e concelebrada pelos demais bispos da comissão.

A cantora Adriana Arydes encerrou a Romaria Nacional da Juventude com um lindo show. Cantando novos e antigos sucessos, ela entusiasmou toda a juventude em frente à Tribuna Papa Bento XVI: muita música, reflexão e, principalmente, animação de toda a juventude do Brasil em um dia repleto de atividades.

“Foi minha primeira vez na casa da mãe Aparecida e não tinha maneira melhor de marcar este momento como na Romaria Nacional da Juventude! Sentir a doce presença de Maria em cada gesto e palavra foi incrível! Os momentos de catequese fizeram crescer em mim a vontade de estar cada vez mais ao lado dos jovens. Voltei para minha diocese e para a minha paróquia ainda mais animada para trabalhar com a juventude. A exemplo do serviço humilde e fiel de Nossa Senhora, mãe e discípula de Cristo, eu também quero servir humildemente a minha Igreja!”, relata a jovem Franciele Cordeiro, da Diocese de São José dos Pinhais.

 

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo