Entidades de defesa da população de rua denunciam violências recentes

O Movimento de População de Rua, junto a outras organizações sociais, manifesta-se neste sábado pela manhã no bairro hauer em Curitiba contra violências sofridas por pessoas que moram nas ruas e clama por políticas públicas mais efetivas na área da moradia.

De acordo com carta divulgada, em 18 de janeiro deste ano um homem que vivia nas ruas de Curitiba foi executado no bairro boqueirão. Dois dias depois, em região próxima, outra pessoa que estava enrolada em uma coberta morreu carbonizada. E no dia 25 de janeiro um homem de 56 anos foi agredido e queimado em Colombo.

“Quem vive nas ruas está exposto diariamente a todo tipo de violência, muitas vezes acabam vitimas de crimes brutais)”, aponta o material. Confira a carta abaixo:

inrua

O tema tem comunhão com o tema da Campanha da Fraternidade 2019: “Fraternidade e Políticas Públicas”.

 

Local da manifestação no sábado, 23 de fevereiro, pela manhã:
Praça da Passarela do Hauer – Av. Marechal Floriano Peixoto.