Maria, auxílio dos Cristãos, rogai por nós

MARIA, AUXILIUM CHRISTIANORUM, ORA PRO NOBIS.
Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por nós.
20160509_nsauxiliadora04

Por Dom Pedro Antônio Marchetti Fedalto, Arcebispo Emérito de Curitiba

Para meu artigo mensal lançado na Revista “Voz da Igreja”, buscava um título em homenagem a Nossa Senhora para o mês de maio, a Ela consagrado.

Recebi o livro de Dom Bosco, o Santo dos Jovens, de Dom Hilário Moser, salesiano, Bispo Emérito de Tubarão.
Ao ler o capítulo 63, LETRA RUIM, MAS …, encontrei o título: “Maria, Auxilium Christianorum, ora pro Nobis”.
Por que este título e qual seu sentido?

Em agosto de 1871, na Itália, Dom Bosco pregava um retiro com muitos participantes.

Foi-lhe pedido que, durante o Retiro, escrevesse o Regulamento para o Colégio de Marassi. Nas horas vagas, Dom Bosco o redigiu rapidamente e o entregou ao copista Bartolomeu José Guanti, que depois se tornou sacerdote, para copiá-lo a fim de entregá-lo, quanto antes, ao Diretor do Colégio Marassi.

A letra de Dom Bosco era com frequência indecifrável.

No dia das Confissões, sendo numerosas, Dom Bosco era o confessor mais procurado.

O copista, não conseguindo decifrar expressões ou frases, batia frequentemente no quarto de Dom Bosco. Por diversas vezes, ele o atendeu amavelmente.

Sendo porém tão repetidas as batidas no quarto, atrapalhando as Confissões, Dom Bosco disse ao copista: “Para não perdermos tanto tempo nós dois, quando encontrar novas expressões ou frases incompreendidas, escreva: “Maria, Auxilium Christianorum, ora pro Nobis”. (Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por nós).

O copista obedeceu imediatamente e cada vez que encontrava expressões incompreendidas, escrevia: “Maria, Auxilium Christianorum, ora pro Nobis”.

A partir daquele momento, escrevendo esta jaculatória, entendeu todas as expressões ou frases indecifráveis e
completou todo o trabalho, deixando-o perfeito.

Quantas vezes, nós nos encontramos com problemas insolúveis, dificuldades insuperáveis, incompreensões tremendas.
Saibamos recorrer a Nossa Senhora, com a jaculatória: “Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por Nós”.

A Igreja aprovou esta jaculatória, inserindo-a nas Ladainhas de Nossa Senhora e instituiu a festa de Nossa Senhora Auxiliadora, a 24 de maio.

Experimente, tenha confiança e recorra a Maria, “Auxilium Christianorum, ora pro Nóbis”.

Para concluir o artigo, a partir da “Letra Ruim, Mas …, a consequência do “MAS” foi a jaculatória “Maria,
Auxilium Christianorum, Ora por Nóbis”.

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo