Campanha de arrecadação Dia D de Doação, que uniu Paróquias de Curitiba e região, foi um sucesso

A Arquidiocese de Curitiba comemora os resultados da Campanha Dia D de Doação, lançada para arrecadar alimentos para os necessitados. A Campanha uniu as Paróquias da região com o objetivo de colher doações na Quinta-Feira Santa. Os números finais ainda não foram contabilizados, porque muitas Paróquias estenderam a campanha e ainda estão recebendo doações.

Somente na Paróquia Jesus Mestre, da PUCPR, mais de uma tonelada de alimentos foram entregues. O pároco, padre Luciano Toller, agradeceu à comunidade pelo engajamento e dedicação: “Agradeço imensamente pela ação maravilhosa. Ficamos emocionados! Registro um agradecimento especial a toda a equipe que veio trabalhar aqui, com muito comprometimento”, afirmou. O padre Joaquim Parron, um dos coordenadores do Movimento SOS Vila Torres, também comemorou: “Com ações como esta, vemos como as pessoas são solidárias. Hoje temos condições de repartir os alimentos arrecadados com outras comunidades que também precisam”, comentou. Na Paróquia São Jorge, no bairro Portão, foram mais de 800 quilos de alimentos, enquanto a Paróquia Bom Jesus, no Cabral, conseguiu mais de três toneladas.

Na Paróquia São Jorge (bairro Portão), mais de 800 Kg de alimentos foram arrecadados (Foto: Pascom)
Na Paróquia São Jorge (bairro Portão), mais de 800 Kg de alimentos foram arrecadados (Foto: Pascom)

Cada Paróquia ou local de arrecadação fará a destinação dos alimentos arrecadados. A maioria tem famílias cadastradas que já são assistidas por elas.

Mas todos são unânimes em afirmar que a solidariedade precisa ser uma prática contínua. “Hoje estamos felizes porque realmente conseguimos tocar o coração das pessoas para ajudar a quem mais precisa. Mas sabemos o quanto a situação está preocupante. Vemos o grande número de necessitados, que só cresce a cada dia. Pedimos às pessoas que não parem de doar, de pensar nos nossos semelhantes. Hoje conseguimos alimentar muitas pessoas, mas queremos poder continuar com a certeza de que as ações não podem parar. Perseguimos o ideal de que ninguém passe fome na nossa cidade, na nossa região”, alerta o padre Alexsander Cordeiro Lopes, coordenador da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Curitiba.

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo