Arquidiocese de Curitiba marca presença no 7º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação

Entre os dias 22 a 24 de julho aconteceu o 7 º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (PASCOM). Com o tema: “Comunicação e Sinodalidade: comunhão, participação e missão”, o encontro aconteceu na modalidade híbrida: presencial, no Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba (SP), e virtual, via plataforma Zoom. Participaram, ao todo, mais de 500 pessoas: cerca de 250 no presencial e mais de 300 on-line. Do Paraná, 38 pessoas participam presencialmente, e 15 na modalidade virtual.


Participantes do Paraná na modalidade presencial. / Foto: Maurício Aoki

O encontro

Na solenidade de abertura, foi entregue à religiosa Paulina, irmã Helena Corazza, o Prêmio Comunicadora de Paz, pelo presidente da Signis Brasil, Alessandro Gomes. Em seguida, a primeira conferência tratou da temática do evento: “Comunicação e sinodalidade”. De forma remota, padre Sérgio Leal, da diocese de Porto, em Portugal, falou sobre a caminhada da Igreja nesse tempo de sinodal. O padre destacou que a sinodalidade é um caminho aberto à escuta do Espírito Santo.

Após o jantar, o encontro continuou com uma roda de conversa sobre: “Igreja Sinodal: perspectivas e desafios”, com a participação remota do padre Aquino Júnior, da diocese de Limoeiro do Norte (CE) e da irmã Teresinha Mendonça Del’Acqua, Franciscana de Maria Imaculada. Logo após, aconteceu um momento de partilha de experiências de articulações na Pascom.

No sábado, 23, o dia iniciou com uma oração mariana. Em seguida, a primeira conferência foi ministrada pelo bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, dom Joaquim Mol, que abordou o tema: “Ser Igreja: transversalidade a serviço da comunhão”. O bispo destacou que a Igreja e sua comunicação no mundo contemporâneo devem ser: “uma comunidade eclesial de convictos seguidores e seguidoras de Jesus Cristo, decididamente em saída missionária, inequivocamente para as periferias existenciais, sociais e ambientais, alegremente toda ocupada em evangelizar, para tornar presente o Reino de Deus no mundo praticando a razão comunicativa, a PASCOM”.

A dimensão da espiritualidade foi o tema da segunda conferência do dia: “Espiritualidade na comunicação: a oração como fonte de vivência da fé”, ministrada pela irmã Maria Nilza. A religiosa destacou a importância de cultivar a oração, a fim de que o trabalho a comunicação seja mais eficaz e frutuoso.

A última atividade da manhã foi o lançamento do 13º Mutirão de Comunicação 2023, que será realizado na cidade de João Pessoa (PB), entre os dias 13 a 16 de julho. Na ocasião foi divulgado o tema do evento: “Comunicar para a cultura do encontro”.


Padre Valdecir Bressani

O assessor eclesiástico da PASCOM no Paraná, padre Valdecir Bressani, que participa presencialmente do evento, afirmou estar muito feliz com a presença de 53 pessoas do Paraná, que demonstra compromisso com a caminhada da PASCOM. Sobre o encontro, o padre disse: “Nessa rica programação de conferências, debates e celebrações está contemplada a missão que a PASCOM deve exercer numa atitude de serviço para uma Igreja sinodal. Que em nosso Regional, através de suas dioceses e paróquias, a PASCOM possa contribuir com um ambiente comunicacional que promova o diálogo, a comunhão e a unidade na construção de um caminho comum”.

O jornalista e membro da PASCOM de Guarapuava (PR), Jorge Teles, participou do encontro de forma remota a avaliou: “Esse é o quinto encontro da PASCOM que eu participo. O primeiro no formato on-line. É uma experiência diferente, confesso que sinto falta do convívio com os demais companheiros, da troca de experiências, das conversas, dos abraços. Mas penso que o formato virtual veio para ficar, democratiza a possibilidade de participação, que muitas vezes impedia as pessoas pela distância, pelo fator econômico ou compromissos. Consegui, mesmo estando no trabalho, participar de muitos momentos. Gostaria de estar em Itaici, mas agradeço a Deus por ter a possibilidade de, mesmo “ausente” fisicamente, ter a chance de viver bons momentos, ouvir excelentes palestras e discussões sobre comunicação e PASCOM”.


Jorge Teles, participando de forma remota de Guarapuava (PR)

Participantes da diocese de Umuarama (PR)

Muitos que vieram do Paraná participam pela primeira vez de um encontro nacional. Como o Milton Cinque, da diocese de Umuarama (PR), que disse: “Como estreante nos encontros da PASCOM, fiquei surpreso com a importância renovadora que nós, pasconeiros, temos na missão sinodal da Igreja, na transformação evangelizadora e no poder de dar ‘visibilidade aos invisíveis’. Além disso, a exuberância e espiritualidade do Mosteiro de Itaici são de impressionar”. Da mesma diocese, o assessor de comunicação, Gabriel Rocha, afirmou: “Para mim está sendo um encontro muito proveitoso, no qual estou aprendendo a olhar e ouvir o próximo. Como pasconeiro, muitas vezes, queremos chegar lá e trabalhar, porém não é só isso, temos que levar o Evangelho aos que mais necessitados, não só de bens, porém necessitados de palavras, de carinho e, especial, de amor. Outra coisa de podermos como PASCOM se espiritualizar e rezar mais”.

Para Bárbara Gardin, da diocese de Ponta Grossa (PR), assessora de comunicação da Pastoral Juvenil do Paraná, que também participa pela primeira vez, está sendo uma experiência enriquecedora de conhecimento, partilha e encontro. “Coração aquecido como Igreja que caminha junto. Importantes temas de comunhão e unidade com inspirações para o trabalho de comunicação pastoral na comunidade”, disse a jovem.


Matheus Scalfoni

Também pela primeira vez num encontro nacional, o vice coordenador da PASCOM na arquidiocese de Cascavel (PR), Matheus Scalfoni Rodrigues da Silva, disse estar sendo uma experiência única e muito enriquecedora. “No contexto atual da nossa Igreja e em caminho sinodal, a comunicação se torna instrumento importante para ajudar na relação de interação e proximidade com a realidade e toda a comunidade. Todo o aprendizado aqui nos desafia e impulsiona a fazer cada vez mais e melhor a nossa missão”, disse Matheus.


Juliana com a vice-coordenadora da PASCOM na Arquidiocese de Londrina, Marilena Souza.

A jornalista da Arquidiocese de Londrina (PR), Juliana Mastelini Moyses, participou do encontro e avaliou como muito positivo voltar a participar de um encontro de modo presencial. “É muito bom rever as pessoas que só encontramos nesses tipos de eventos e conhecer as novas pessoas que foram chegando ao longo desse tempo na PASCOM. Percebemos muitas rostos novos no nosso regional, dioceses que estão se estruturando e isso é muito legal, isso propicia que aos poucos, caminhemos juntos, como pede o Papa Francisco e o tema deste encontro”, disse a jornalista.

No período da tarde, aconteceram as trilhas, nas quais os participantes, tanto no presencial, quanto no remoto, já haviam se inscrito previamente. As seis trilhas foram baseadas nos temas do sínodo: comunhão, participação e missão.

A última atividade do dia foi no âmbito cultural, com a apresentação da peça teatral: “Edith Stein, a estrela e a cruz”. Um monólogo teatral baseado nos escritos de Edith Stein, filósofa alemã judia, que ao se converter se tornou monja carmelita descalça; e morre envenenada na câmara de gás do campo de Auschwitz, em 09 de agosto de 1942. Foi proclamada santa pela Igreja Católica, com seu nome religioso, Irmã Teresa Benedita da Cruz, foi ainda declarada mártir da Igreja e co-padroeira da Europa.

Após a peça teatral, os participantes do Paraná, que estavam em Itaici, reuniram-se para um momento de apresentação e partilha.

No domingo, último dia do encontro, após um momento orante, a conferência abordou a questão da política. O tema foi: “Eleições 2022: postura, gerenciamento de crises, produção de conteúdos”, ministrada, de forma remota, pela professora Tânia Maria Silveira, e pelo professor Vinícius Borges. Em seguida, houve um momento de conversa com a coordenação nacional da PASCOM e o anúncio dos finalistas dos Prêmios de Comunicação da CNBB.

O encontro encerrou-se com a celebração da santa missa presidida pelo Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, dom Joaquim Mol, e concelebrada pelos demais bispos, padres e diáconos presentes.

A participação da Arquidiocese de Curitiba

A jovem Luana de Souza Godoy, integrante da PASCOM da Paróquia Santa Madalena Sofia, representou a Arquidiocese de Curitiba em Itaici e pela primeira vez participou de um encontro de comunicação católica. Confira um trecho do depoimento que ela escreveu sobre o encontro:

“Reafirmei o que já acreditava: a comunicação é a raiz da igreja. E quando comunicamos, usamos como movente a nossa fé que foi fundamentada no batismo. Somos todos sujeitos ativos da EVANGELIZAÇÃO.

Não podemos ter medo de mudar e usar as novas ferramentas disponíveis no momento. O horizonte sociocultural em que vivemos é o de MUDANÇAS. E a única certeza que podemos ter é a INCERTEZA. Nossa ação pastoral deve responder sempre o que o Espírito Santo nos pede AQUI e AGORA. É aqui que o Senhor me chama, para o agora. Devemos nos deixar guiar pelo Espírito Santo, não pelos nossos preconceitos, para conseguir realizar a mudança que somos capazes, em cada coração. É importante gerarmos mais interação e proximidade no ambiente digital.

É urgente que a gente descubra as necessidades de agora: a igreja continua dando respostas para perguntas que ninguém mais faz. É hora de elaborar novas perguntas para identificar os novos desafios da realidade. E efetivamente encontrarmos o caminho a seguir.

Se os ouvintes de Jesus eram as multidões também é necessário a nós sermos escuta. Igreja sinodal é uma igreja de ESCUTA. E não escutar apenas com os ouvidos, mas com o coração o povo de Deus.

Só consegui pensar o que eu vou conseguir mudar se eu não mudar a mim mesma? Se eu não me converter pessoalmente é impossível conseguir a conversão da qual a igreja chama. Além daquilo que precisa mudar na igreja, o que eu preciso mudar dentro de mim para que a Igreja mude?”

Acesse AQUI o depoimento da Luana, na íntegra.

__

Por

Karina de Carvalho

Assessora de Comunicação da CNBB Sul 2

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo