Corpus Christi Curitiba reuniu mais de 120 mil pessoas

Na data em que a Igreja Católica celebrou a Solenidade do Corpo e Sangue de Jesus Cristo, a Arquidiocese de Curitiba contou com uma bonita manifestação artística e de fé pelas ruas da cidade. Foram 2 km de tapetes, confeccionados por mais de 4 mil voluntários, a partir das 8h.

Tapete Corpus Christi 2022

“É a festa da unidade, que reúne diversas paróquias, pastorais e movimentos para um objetivo: ornamentar o caminho onde o Senhor irá passar e então adorá-lo no Santíssimo Sacramento”, disse o arcebispo metropolitano Dom José Antonio Peruzzo.

Embora a tradição seja comum em muitas cidades do Brasil e de Portugal, a capital paranaense se destaca por ter um dos maiores tapetes do mundo, em extensão. Este ano, o evento reuniu mais de 120 mil pessoas durante todo o dia.

Santa Missa

A Santa Missa, que aconteceu às 15h, na Praça Tiradentes, foi presidida pelo arcebispo e animada pelo padre Reginaldo Manzotti. Dom Peruzzo iniciou a celebração agradecendo a presença de todos, emocionado: “Há dois anos esperávamos por este momento e fomos agraciados com a possibilidade de celebrar.”

Na homilia, o arcebispo falou muito sobre a paz: “Se somos irmãos, somos chamados a promover a paz, e ela começa lá em casa. Quem a experimenta e a promove em casa, sempre encontrará soluções para promovê-la fora.”

E concluiu: “Na tradição bíblica, caminho quer dizer um processo de mudança. Que a nossa ida até a praça nos mova para que nossas palavras construam relações novas nos lugares em que as divisões podem se impor.”

A procissão

Como de costume, os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão (MESC) fizeram um cordão nas bordas do caminho enfeitado para o Santíssimo Sacramento passar.

Além da manifestação artística dos lindos tapetes, este ano a procissão também contou com a encenação de trechos bíblicos sobre a Eucaristia durante o percurso.
Em cada uma das seis passagens representadas, Dom Peruzzo parou para abençoar e agradecer os artistas.

Atendimentos e confissões

Pela manhã, o arcebispo caminhou por toda a Avenida Cândido de Abreu observando o trabalho dos fiéis e agradecendo o empenho e a dedicação de todos.

Enquanto isso, padres atenderam confissões em tendas montadas na Praça 19 de Dezembro e equipes realizaram o trabalho de escuta aos moradores em situação de rua das redondezas, oferecendo um kit lanche.

Também durante a manhã, uma comitiva passou com o Santíssimo Sacramento por diversos hospitais da cidade, abençoando os doentes que não puderam participar da procissão e encontravam-se fragilizados pela doença.

 

CONFIRA O ÁLBUM COMPLETO DE FOTOS AQUI! 

 

__

Por Rubhia Morais

Jornalista e Coordenadora de Comunicação da Arquidiocese de Curitiba

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo