I Curso de Capacitação em Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso

O I Curso de Capacitação em Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso ocorrerá nos dias 3, 10, 17 e 24 de novembro, das 20h às 21h45, na modalidade remota (online). O tema desta primeira edição será: “O Respeito à Liberdade Religiosa no Estado Laico”.

Com o objetivo de contribuir para a capacitação de profissionais que lidam ou, potencialmente, podem lidar com situações conflitivas e intensas, ligadas à diversidade religiosa, na rotina de suas atividades laborais, este evento foi construído pela inédita parceria entre a Comissão Arquidiocesana do Rio de janeiro para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso, a Comissão de Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa da 32ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – Rio de Janeiro e o Setor de Cultura Religiosa (Departamento de Teologia) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

As atividades constarão de uma Sessão de Abertura, presidida pelo Eminentíssimo Cardeal Dom ORANI JOÃO TEMPESTA, de uma Sessão de Encerramento e de quatro Conferências, ministradas por autoridades e cientistas que tratam, diuturnamente, da dura realidade da diversidade religiosa no contexto do Estado Brasileiro que, conforme à Constituição Federal, define-se como laico.

Esta inciativa decorre da inquietação de profissionais, ligados à Academia, ao mundo do Direito e à unidade entre as religiões, diante da sistemática violência perpetrada, no Rio de Janeiro, contra algumas tradições religiosas, em particular, as de Matrizes Africana e Indígena. Segundo dados nacionais obtidos de ligações para a central telefônica de direitos humanos e outras fontes, o respeito da sociedade por praticantes de religiões minoritárias continuou pífio, e não pararam as violações aos terreiros afro-brasileiros.  Ainda que menos de 1% da população siga as religiões afro-brasileiras, 30% dos casos registrados pela central telefônica de direitos humanos envolveram vítimas praticantes de religiões afro-brasileiras.  De acordo com a Secretaria Nacional de Direitos Humanos do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a central telefônica nacional de direitos humanos recebeu 506 denúncias de intolerância religiosa em 2018, em comparação com 537 em 2017.

Neste sentido, este I Curso busca, também, atender ao apelo do Papa Francisco e do Grão Imã Al-Tayyeb, feito no documento sobre “A Fraternidade Humana em Prol da Paz Mundial e da Convivência Comum”, no qual, tais líderes se dirigem “aos intelectuais, aos filósofos, aos homens de religião, aos artistas, aos operadores dos mass-media e aos homens de cultura em todo o mundo”, a fim de que “redescubram os valores da paz, da justiça, do bem, da beleza, da fraternidade humana e da convivência comum, para confirmar a importância destes valores como âncora de salvação para todos e procurar difundi-los por toda a parte”. Além disso, o evento é uma ocasião de reflexão, visando contribuir para a superação de problemas, atinentes à uma cultura religiosa carioca e nacional de traços intolerantes, trazendo para o debate o fato de que, ainda conforme o Documento de Abu Dabhi (2019), “as religiões nunca incitam à guerra e não solicitam sentimentos de ódio, hostilidade, extremismo nem convidam à violência ou ao derramamento de sangue. Estas calamidades são fruto de desvio dos ensinamentos religiosos, do uso político das religiões e também das interpretações de grupos de homens de religião que abusaram – nalgumas fases da história – da influência do sentimento religioso sobre os corações dos homens para os levar à realização daquilo que não tem nada a ver com a verdade da religião, para alcançar fins políticos e económicos mundanos e míopes […]. Com efeito Deus, o Todo-Poderoso, não precisa de ser defendido por ninguém e não quer que o Seu nome seja usado para aterrorizar as pessoas”.

A programação será a seguinte:

Dia 3 de novembro:

Sessão de Abertura: Cardeal Dom ORANI JOÃO TEMPESTA e Dr. ARNON VELMOVITSKY, Presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro.

Conferência: A CPI do Combate à Intolerância Religiosa e suas Implicâncias Socioculturais, no Rio de Janeiro.

Conferencista: Dr. ª Marta Rocha, Deputada Estadual e Presidente da CPI da Intolerância Religiosa.

Dia 10 de novembro:

Conferência: O Ensino Religioso e a Promoção da Liberdade Religiosa, no Rio de Janeiro.

Conferencista: Prof.ª DANIELA PEREIRA VASQUES, Assessora Especial de Ensino Religioso da SEEDUC.

Dia 17 de novembro:

Conferência: A Diversidade Religiosa no Município do Rio de Janeiro.

Conferencista: Babalorixá MÁRCIO DE JAGUN, Coordenador Executivo da Diversidade Religiosa da Prefeitura do RJ.

Dia 24 de novembro:

Tema da Conferência: A Contribuição do Judiciário para a promoção da Liberdade Religiosa, no Brasil.

Conferencista: Dr. ª IVONE CAETANO, Advogada, Desembargadora aposentada e Diretora Geral da Diretoria da Igualdade Racial da OAB/RJ.

Sessão de Encerramento: Dr. WALDEMAR ANTÔNIO DAS CHAGAS BEZERRA, Presidente da 32ª Subseção da OAB-RJ Madureira Jacarepaguá.

 

SERVIÇO:

I Curso de Capacitação em Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso
Tema: O Respeito à Liberdade Religiosa no Estado Laico.
Data: 3, 10, 17 e 24 de novembro
Horário: 20h às 21h45
Modalidade: online
Transmissão: YouTube do ECOA/PUC-Rio e Plataforma Zoom.
Realização: Comissão de Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa da 32ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – Rio de Janeiro e o Setor de Cultura Religiosa (Departamento de Teologia) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.
Informações através do LINK.

__

FONTE: Vatican News