Pastoral dos Migrantes retoma encontros presenciais

Após dois anos sem encontros presenciais, o Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) do Paraná reuniu 26 participantes entre os dias 1º e 3 de abril de 2022 para um encontro de formação, articulação e incidência do Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) da Regional Sul 2 com a presença das Arquidioceses e Dioceses: Curitiba, Cascavel, Londrina, Maringá, Umuarama, Palmas Francisco Beltrão, Paranavaí e Apucarana. Os agentes foram acolhidos na Casa de Formação da Paróquia São Pedro Apóstolo, em  Pato Branco (PR), com a motivação e os pensamentos do Beato João Batista Scalabrini: “Para o migrante, a Pátria é a terra que lhe dá o pão” e “Não se chega ao Senhor com os sapatos limpos.”

 

A acolhida

A acolhida, o momento de espiritualidade e a apresentação dos participantes foi preparada pela equipe da diocese de Palmas-Francisco Beltrão, enquanto a apresentação da programação ficou sob a responsabilidade da equipe de coordenação do Regional Sul 2 da Pastoral dos Migrantes, nas pessoas de Marcia Ponce e Elizete Sant’Anna de Oliveira.

Maria Ozânia da Silva, membro da colegiada nacional do SPM, assessorou um momento de formação com o tema “Espiritualidade do caminho e do conflito no seguimento à Jesus Cristo”. Motivado pelo tema, o grupo pôde trazer sua contribuição e partilha, exercendo a escuta acerca do trabalho pastoral, da presença junto aos migrantes, das perspectivas, esperanças e desafios.

Temas expostos

Outros temas expostos foram:

  • o processo de eleição para uma nova equipe de coordenação para a Pastoral do Migrante – Regional Sul 2;
  • o encontro que acontecerá de 9 a 11 de setembro, em Curitiba;
  • a proposta da constituição da Associação da Pastoral dos Migrantes e criação do CNPJ, com ações em nível estadual, apresentado por Lucia Bamberg, que será melhor discutido e refletido nos próximos meses nas reuniões virtuais entre as dioceses, com seus devidos encaminhamentos;
  • a motivação para a realização da 37ª Semana do Migrante, em sintonia com a CF 2022, que acontecerá de 12 a 19 de junho de 2022 em âmbito nacional, com o tema “Migração e Saberes” e o lema: “Escuta com sabedoria e fala com a prática”;
  • o processo de inscrição por parte da sociedade civil para concorrer a uma cadeira como conselheiros do Conselho Estadual para os direitos dos Refugiados, Migrantes e Apátridas do Estado do Paraná (CERMA-PR);
  • a apresentação do Código de Ética e salvaguarda do Serviço Pastoral dos Migrantes;
  • a 6ª Semana Social Brasileira, que iniciou em 2020 e irá até 2023 com o tema “Mutirão pela vida: por terra, teto e trabalho”. Projeto popular: “O Brasil que queremos: o bem viver dos povos”.

Na noite de sábado, os participantes vivenciaram um momento cultural com o jovem migrante haitiano Abelandy Thelot, formado em Letras e residente em Pato Branco há mais de oito anos. O domingo iniciou com a Celebração Eucarística às 8h, na paróquia São Pedro Apóstolo.

Missa pastoral migrantes

Mensagem e avaliação

Ao falar sobre o “28º Grito dos Excluídos Brasil: 200 anos de (In)dependência. Para Quem?”, todos tiveram a oportunidade de acolher a mensagem, por vídeo, de Dom Geremias Steinmetz, presidente da CNBB, Regional Sul 2 e Bispo Referencial da Pastoral dos Migrantes e Cáritas Regional e outra mensagem escrita do padre Mário Geremia, Conselheiro Geral do setor Missão – Congregação dos Missionários de São Carlos Borromeu -Scalabriniano, que já atuou em no Regional Sul 2 com a Pastoral dos Migrantes.

Ao final, os participantes fizeram uma avaliação do encontro, onde puderam expressar seus sentimentos e perspectivas. E participaram de uma celebração de envio na esperança de que Deus caminha junto no serviço com os migrantes e refugiados a partir de cada local de ação.

__

 

Com informações de Elizete Sant’Anna de Oliveira e Márcia Terezinha Ponce
Coordenação Regional Sul 2-Paraná

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo