Pastoral Operária participa de encontro de formação

No sábado, 20 de agosto, a Pastoral Operária Arquidiocesana participou de um encontro de formação sobre “Dívidas Sociais, Trabalho Análogo, a Escravidão e Eleições”. O evento aconteceu no Centro de Formação Santo Dias, em Curitiba (PR) e contou com a assessoria da Drª Cristine Sbalqueiro, promotora do Ministério Público do Trabalho (MPT-PR), que acompanha a situação de trabalho escravo no estado.

A promotora apresentou as faces do trabalho escravo contemporâneo, as condições as quais são encontradas pessoas em situações análogas à escravidão e destacou que a maioria das pessoas resgatas são analfabetas ou de baixa escolaridade (72%).

O médico e ex-deputado federal do PR Dr. Rosinha também esteve presente e falou sobre as implicações políticas que contribuem para o avanço do desemprego e do trabalho escravo. Dr. Rosinha, que também foi presidente do Parlamento do Mercosul, destacou a importância das eleições do Brasil e o cenário latino-americano: “Na América Latina, vê-se um movimento de eleições de governos progressistas, mas que enfrentam graves problemas econômicos e sociais com o avanço do sistema neoliberal. Todavia, tem-se o desafio de recuperar a soberania e colaborar para o mundo multipolar, economicamente.”

O encontro proporcionou uma avaliação do cenário de desemprego, que leva as pessoas a aceitarem qualquer condição de trabalho: baixos salários, jornadas exaustivas e intermitentes e, condições análogas à escravidão, como opção de sustento de vida.

Outros pontos discutidos foram a organização da Pastoral, em comunhão com as prioridades da 20ª Assembleia Nacional (formação, grupos de base e economia solidária), bem como reflexão sobre a colaboração com a pauta do “trabalho” na 6ª Semana Social Brasileira.

Representantes de outras dioceses onde a Pastoral Operária também está presente também participaram do encontro.

Pastoral Operária

__

Com informações da Pastoral Operária.

Curta Nosso Facebook
Comissões Pastorais

Boletim Informativo