Por que fazer um Ano Jubilar?

Na Sagrada Escritura, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, é falado sobre o “jubileu”, um ano de libertação dos cativos e de descanso. No livro do Levítico, é dito o que segue:

8Contarás sete anos sabáticos, sete vezes sete anos, cuja duração fará um período de quarenta e nove anos […]. 10Santificareis o quinquagésimo ano e publicareis a liberdade na terra para todos os seus habitantes. Será o vosso jubileu. Voltareis cada um para as suas terras e para a sua família […], 12apois é o jubileu que vos será sagrado (Lv 25, 8.10.12a).

De início, o jubileu – ou Ano Santo – foi estabelecido a cada cem anos. Depois, utilizando das orientações de Levítico, reduziu-se o intervalo para cinquenta anos. Alguns séculos mais tarde, para que toda cristandade vivesse, ao menos uma vez na vida, um ano jubilar, reduziu-se ainda mais o intervalo para vinte e cinco anos. Os Jubileus proclamados pelo Santo Padre são universais e ocasionalmente podem ser publicados jubileus extraordinários, como o mais recente, da Misericórdia.

E é por isso que temos a data dos 350 anos para bem celebrar nossa primeira paróquia. O Decreto do Arcebispo Metropolitano tem validade no território da Arquidiocese de Curitiba e é previsto para durar de 8 de setembro de 2018, Solenidade da Padroeira, até 30 de setembro de 2019, aniversário de 125 anos da instalação da Diocese de Curitiba.

A equipe da Catedral já está preparando toda a programação desses quase treze meses de celebrações. O primeiro evento oficial acontecerá no dia 12 de agosto, às 10h, com o lançamento do Selo Postal personalizado, com a presença da Agência Filatélica dos Correios.

A programação do Novenário Preparatório e da Solenidade da Padroeira você confere a seguir:

ano-jubilar

Novenário Preparatório

1º dia – 30 de agosto – quinta-feira

12h: Santa Missa – Maria, sede a estrela fulgurante que nos guia

2º dia – 31 de agosto – sexta-feira

12h: Santa Missa – Maria, robusteça a nossa fé

3º dia – 1º de setembro – sábado

11h: Momento Mariano

12h: Santa Missa – Maria, abençoai as nossas famílias

4º dia – 2 de setembro – domingo

10h: Santa Missa – Maria, renovai os costumes da sociedade

5º dia – 3 de setembro – segunda-feira

12h: Santa Missa – Maria, iluminai nossas autoridades

6º dia – 4 de setembro – terça-feira

12h: Santa Missa – Maria, conservai a Catedral Basílica de Curitiba

7º dia – 5 de setembro – quarta-feira

12h: Santa Missa – Maria, governai o município de Curitiba

8º dia – 6 de setembro – quinta-feira

Aniversário da dedicação da igreja

12h: Santa Missa – Maria, abençoai a Arquidiocese de Curitiba

9º dia – 7 de setembro – sexta-feira

12h: Santa Missa – Maria, dai-nos a luz da vossa proteção

17h: Vésperas solenes com benção do Santíssimo Sacramento

18h: Santa Missa: Maria, dai-nos a luz da vossa proteção

 

8 de setembro – Solenidade de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais

Padroeira titular da Igreja Catedral Basílica, do Município e da Arquidiocese de Curitiba

8h30: Santa Missa dos Movimentos Marianos – Catedral Basílica

10h: Santa Missa de Abertura do Ano Jubilar – Catedral Basílica

12h: Santa Missa da Juventude – Catedral Basílica

15h: Santa Missa com coroação da imagem peregrina da Padroeira – Santuário de Guadalupe

15h: Santa Missa em prol das vocações sacerdotais e religiosas – Catedral Basílica

16h – Terço Mariano – Santuário de Guadalupe

17h – Procissão solene em direção à Igreja Catedral Basílica – Santuário de Guadalupe

17h – Vésperas solenes – Catedral Basílica

18h – Santa Missa de consagração da Arquidiocese à Padroeira – Catedral Basílica