topo-pg-seminario-cfSeminário da Campanha da Fraternidade discutirá a superação da violência

Pela primeira vez, a Arquidiocese de Curitiba irá promover um Seminário para aprofundar a Campanha da Fraternidade, que em 2018 tem como tema “Fraternidade e superação da violência”, e o lema “Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23,8).

O encontro será realizado para envolver ainda mais os padres, diáconos, líderes e agentes de pastorais de cada paróquia nos objetivos da CF 2018.

O tema abordado pela Campanha da Fraternidade a cada ano têm por objetivo chamar a atenção para uma realidade grave que pede uma conversão pessoal, comunitária e social. Ao tratar o tema da “superação da violência”, a Campanha da Fraternidade deste ano aborda uma questão social grave e muito presente em nosso cotidiano, visto que convivemos com várias formas de violência que atentam contra a paz e a dignidade da pessoa humana.

O seminário será no dia 10 de fevereiro, das 8h30min às 17h, no Cenáculo Arquidiocesano (Rua Mateus Leme, 35 – São Francisco, Curitiba). É necessário realizar a inscrição previamente.

-> REALIZE A INSCRIÇÃO AQUI <-

Taxa: R$ 20,00 – almoço incuso

Confira convite de Dom Francisco Cota:

Dúvidas? (41) 2105 6326

Fraternidade e superação da violência

A Campanha da Fraternidade 2018 (CF 2018) é realizada todos os anos pela Igreja Católica no Brasil durante o período da Quaresma (14 de fevereiro a 29 de março neste ano), e a campanha é coordenada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). A Campanha da Fraternidade tem como principal objetivo despertar a solidariedade de todos os seus fiéis e também da sociedade brasileira, em um problema que envolve todos nós, buscando assim uma solução para resolver esse determinado problema. O Tema da Campanha da Fraternidade em 2018 é: “Fraternidade e superação da violência”, tendo como lema “Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23,8).

A proposta da Campanha da Fraternidade deste ano é vencer a cultura do ódio e da violência, tão forte na sociedade atualmente, a partir da proclamação de que em Cristo somos todos irmãos, filhos de um único Pai. É somente a partir desse reconhecimento de irmandade que podemos ser sujeitos na construção de outra cultura, de fraternidade e de paz.

Violência no Brasil

Os números apontados pelo Mapa da Violência 2016 mostram que, no Brasil, cinco pessoas são mortas por arma de fogo a cada hora. A cada dia, são 123 pessoas assassinadas dessa forma. Acontecem mais homicídios no Brasil do que em diversas das guerras recentes.

A mulher brasileira também é vítima de violência, principalmente dentro de casa: 71,8% das agressões registradas pelo SUS em 2011 aconteceram no domicílio da vítima. Frequentemente, o agressor é o parceiro ou ex-parceiro da vítima (43,3%). Considerando a idade, constata-se que os casos de violência são mais frequentes contra mulheres jovens. Representam o dobro das situações de violência contra mulheres em outras faixas etárias.