Palavras de Dom Pedro Fedalto sobre Dom Albano Cavallin

dom-albano
Dom Albano Cavallin

“Dom Albano foi meu irmão de coração, durante setenta e sete anos”. Assim o arcebispo emérito de Curitiba, Dom Pedro Fedalto, 90 anos, descreve o amigo que conheceu no tempo de seminário, quando tinham 14 e 10 anos de idade e que permaneceu próximo até o recente falecimento de Dom Albano, em 1 de fevereiro de 2017. Mesmo quando transferido para Guarapuava e depois Londrina, “continuava o irmão que sempre escutava carinhosamente minhas consultas e apontava a solução certa”, diz Dom Pedro.

 

Confira as palavras de Dom Pedro Fedalto sobre Dom Albano Bortoletto Cavallin:

No dia primeiro de fevereiro de 2017, no fim da cirurgia cardíaca, faleceu Dom Albano Bortoletto Cavallin, Arcebispo Emérito de Londrina, com 86 anos, nascido na paróquia da Lapa, Arquidiocese de Curitiba, a 25 de abril de 1930, quase quatro anos, mais novo que eu.

Dom Albano foi o irmão de coração, durante setenta e sete anos.

Foi a 02 de fevereiro de 1940 que ingressei no Seminário de São José de Curitiba. Pouco tempo depois, entrou o menino Albano, com 10 anos de idade.

Fomos colegas no mesmo ano.

Estudamos juntos sete anos até dezembro de 1946. O sistema do Seminário era competitivo nos estudos com quadro de honra e prêmios. Mesmo assim, sendo nos dois os primeiros do ano, éramos amigos, sem ciúmes um para o outro.

Uma surpresa e com muito medo para mim aconteceu no dia 27 de novembro de 1946.

Fui destinado a fazer o curso de Filosofia e Teologia, no Seminário Central da Imaculada Conceição, Ipiranga, S. Paulo, enquanto os outros colegas iam para o Seminário Central da Imaculada Conceição em S. Leopoldo, RS. Causou-me muita alegria ao saber que o Albano também foi escolhido para o Seminário de S. Paulo.

Permanecemos juntos, como irmãos mais sete anos, ajudando-nos mutuamente na parte espiritual e nos estudos.

A ordenação sacerdotal foi no mesmo dia na Catedral de Curitiba por Dom Manuel da Silveira D’Elboux, a 06 de dezembro de 1953.
Ele foi nomeado Vigário da Catedral e eu Secretário do Arcebispo Metropolitano e Chanceler da Cúria Metropolitana. Sempre nos encontrávamos, como irmãos, trocando ideias sobre Pastoral.

Juntos fomos designados para fundar o Seminário Maior Filosófico e Teológico de Curitiba Rainha dos Apóstolos, a 19 de março de 1957.
Pouco depois, ele foi nomeado pároco de Santa Teresinha do Menino Jesus. A partir daí, especializou-se na Pastoral Catequética, em Bruges, Bélgica, Roma e Rio Grande do Sul. Os anos iam passando.

Como Arcebispo de Curitiba, empossado a 28 de fevereiro de 1971 e Presidente do Regional Sul II, escolhi Dom Albano como Secretário do Regional. Meu primeiro Bispo Auxiliar em 1971 foi Dom José Joaquim Gonçalves, muito amigo, zeloso, mas foi transferido em 1973 para a Diocese de Cornélio Procópio.

Recorri logo ao Núncio Apostólico e indiquei o Pe. Albano Cavallin para Bispo Auxiliar. O Núncio comunicou-me que ele estava indicado para uma nova Diocese, a ser criada em 1973.

Fui a Brasília e apelei ao Núncio que atendesse a meu pedido, argumentando que é mais fácil encontrar um Bispo Diocesano que um Auxiliar. A 14 de junho de 1973, o Pe. Albano foi nomeado meu Bispo Auxiliar. Ordenei-o no dia 28 de agosto seguinte, também ordenados no mesmo dia Dom Armando Círio, Bispo de Toledo, em 1960 e eu em 1966.

Foi a grande graça de Deus. Por mais de treze anos, foi o irmão confidente de todas as horas, com disponibilidade, capacidade pastoral sobretudo na catequese, auxiliando-me em tudo.

Fui pastoralmente egoísta, insistindo com o Núncio para que permanecesse ele em Curitiba, quando aparecia seu nome nos escrutínios para preencher Dioceses vagas. Era atendido.

Entendi depois que a Igreja precisava de Dom Albano para a Diocese de Guarapuava e depois Arquidiocese de Londrina, por todos seus dons, sobretudo Bíblico-Catequéticos.

Mesmo assim continuava o irmão que sempre escutava carinhosamente minhas consultas e apontava a solução certa.

Assim foi o amigo irmão, irmão de todos em sua especialização bíblico-catequética.

dom-pedro-fedalto-1Deus certamente o recebeu em sua companhia, dizendo-lhe: entra no céu servo fiel no ensinamento do Evangelho a todos, sabendo transmiti-lo a todos que o entendiam, com a aplicação cada vez de uma historieta que sempre a retinham na mente, no coração, no dia – a dia.

Obrigado, Dom Albano. Até lá!

Dom Pedro Antônio Marchetti Fedalto
Arcebispo Emérito de Curitiba

 

 

Informamos:

SANTA MISSA de 7º DIA,
do 3º Arcebispo Metropolitano de Londrina, Dom Albano Bortoleto Cavalin.

Local: Catedral Metropolitana de Londrina
Dia: 07/02/2017 (Terça-feira)
Horário: 18h30