Pastoral Familiar da CNBB Sul 2 trabalha conscientização sobre doação de sangue e medula óssea

whatsapp-image-2021-08-10-at-13-36-02

A doação de sangue

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) está com o estoque de sangue 40% abaixo do recomendável. O Hemepar de Curitiba é responsável por abastecer 45 hospitais da Região Metropolitana.

Vamos incentivar todos os doadores de sangue para que continuem doando. Os homens podem doar a cada 60 dias e as mulheres a cada 90 dias. Todos a partir dos 16 anos de idade, desde que o/a menor de idade apresente um termo de autorização assinado por um dos pais ou responsável legal. Acima de 18 anos deve apresentar um documento de identificação O limite de idade é de 69 anos.

Os recuperados da Covid-19 podem voltar a doar após 30 dias. Todos os doadores de sangue podem fazer um teste de compatibilidade (HLA – Human Leukocyte Antigen) para serem doadores de medula óssea.

Dia Estadual do doador de sangue

O dia mundial do doador de sangue é 14 de junho e o dia nacional é 25 de novembro. O Paraná comemora junto com o dia mundial.

Estamos propondo a criação do dia estadual e municipal do doador de sangue para o dia 1º de outubro, início da Semana Nacional da Vida.

A doação de medula óssea

O número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos, em bom estado de saúde, pode ser doadora de medula óssea. Os candidatos são registrados em uma base nacional no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) que reúne as informações (nome, endereço, telefone, e-mail, número identidade, CPF e dados pessoais) de pessoas que se voluntariam a doar medula óssea para pacientes que precisam do transplante.

O fator que mais dificulta a realização do transplante de medula é a falta de doador compatível, já que as chances de um paciente encontrar um doador compatível são de uma para cada 100 mil pessoas, em média, variando de uma para 10 mil a uma para 1 milhão.

Vamos doar vida.

Somos um ao doar sangue.