“Que Nossa Senhora da Luz inspire-nos àquelas escolhas que multiplicam a paz”, pede Dom Peruzzo

O dia da Padroeira de Curitiba e também da Arquidiocese é celebrado no dia 8 de setembro. Desde o dia 5, a Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, preparou uma intensa programação religiosa para homenagear a Rainha da Luz.

Com a chuva, não foi possível realizar a tradicional Procissão de Luzes, no entanto, os fiéis e devotos, lotaram a Catedral e prestaram uma homenagem à Padroeira, enchendo o altar-mor de flores.

Pela manhã, Dom José Mário Angonese presidiu a missa e disse que assim como a Mãe Aparecida, Nossa Senhora da Luz também deve ser sinal de esperança nos lugares mais necessitados.

Às 18 horas, cerca de 2 mil pessoas acompanharam a principal celebração do dia: a Santa Missa com consagração da Arquidiocese à Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, presidida por Dom Peruzzo, arcebispo metropolitano de Curitiba.

Em sua homilia, Dom Peruzzo alertou: “Que os pequenos nunca sejam esquecidos e que Deus seja sempre lembrado. A justiça não é uma questão institucional, mas nasce do coração dos filhos de uma sociedade. A paz não depende de decisões depredadas, mas de valores cultivados e superação de conflitos; mas não houver mudança de coração nossa Curitiba poderia sofrer das mesmas dores daqueles que se esqueceram de Deus”.

“Que Nossa Senhora da Luz com sua humildade, silêncio e paz inspire-nos àquelas escolhas que multiplicam a paz no qual os pequenos são recordados no encontro com Deus”, pediu o arcebispo.